sexta-feira, 24 de agosto de 2012

PARTICIPE NO NOSSO GRUPO CORAL


O Grupo Coral e Instrumental “CANTAR É VIVER” da AURPIM – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Miratejo, iniciou a sua actividade musical em 11 de Novembro de 1997, com a aposta na música de raiz popular, enquanto forma de promover e fomentar o gosto pela expressão musical, assim como proporcionar momentos de convívio e lazer.

Composto por cerca de 20 elementos, que inclui vozes e instrumentos, tais como: acordeão, saxofone, clarinete, trompete, ferrinhos, reco-reco, pandeireta e tambor, ao longo dos anos, tem-se preocupado em valorizar/enriquecer o seu repertório, assim como em divulgar a música portuguesa.

Se tem gosto pela música e toca algum instrumento musical, venha fazer parte deste Grupo Coral e Instrumental.

CONTACTOS
Belizário Martins - Tm: 917356616 / Tel.. 212559479


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Colónia de Férias 2009

Conhecendo a nossa Animadora Sócio-Cultural...


Olá a todos os que me estão a ler. Chamo-me Isabel Pinto de Carvalho Freitas do Amaral, nasci em 1968, em Lisboa ,sou portuguesa ,tenho dois irmãos e uma irmã, já não tenho Pai ainda tenho Mãe que vive em Guimarães, eu vivo cá no centro do nosso país. Tenho frequência universitária do curso de Dança e formação 12º ano e o Curso de Animação Social. Trabalho na AURPIM desde Julho deste ano e o meu trabalho é fazer animação com os associados. Já os acompanhei a algumas excursões, nomeadamente ao Ribatejo a Braga a Peniche á Colónia de férias - Aveiro e ao Guadiana. Qualquer uma delas foram experiências encantadoras. Espero que o meu trabalho seja positivo e que consiga, com a colaboração com a participação de todos fazer coisas giras e interessantes para passar bem o tempo e, deste modo, fazer exercitar o corpo, mentes e vidas dos nossos Idosos e pessoas que, muitas delas, foram esquecidas pelo tempo e respectivamente pelos seus familiares. Dou aulas de ginástica todos os dias de manhã, e tenho programado, Aulas de Dança do Ventre, Teatro e Atelier de Artes, assim como o Jogo do Bingo á 2ª feira. Espero e conto com a participação de todos para que a minha e em especial as vossas vidas passem a ser mais coloridas do que eram até agora... eu farei tudo por isso! Estas actividades serão da parte da tarde na sala polivalente. Serão actividades ministradas sem custos para todos os associados da AURPIM.
Espero por vós! Obrigada, Isabel Amaral.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Festas de Corroios 2009

Excursão a Peniche

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Excursão ao Minho



A Excursão ao Minho começou dia 5 de Agosto por volta das 07.00H e terminou dia 6 de Agosto por volta das 23h. Foi uma viagem muito agradável e bonita e correu tudo como estava previsto. Éramos 47 pessoas no autocarro. Também o Francisco o nosso motorista levou a sua esposa e a sua filha que também cantaram, viajaram e passearam connosco. Saímos de Miratejo por volta das 07.00H um bocadinho de atraso e fomos apanhando algumas pessoas algumas no Laranjeiro. Passámos a ponte sobre o Tejo com uma vista soberba logo de manhã sobre o Rio Tejo e sobre Lisboa e fomos direitinhos até Aveiras de Cima onde tomamos um café e algumas pessoas o pequeno almoço, altura em que aproveitei para tirar algumas fotografias aos excursionistas. O Sr. Presidente Manuel Cocheno fez um sorteio, que constou de Chocolates, Amêndoa Amarga, Favaios e Whisky por ordem crescente de prémios e ofereceu bolachas e fruta a todos. Findo o sorteio começaram as cantigas e a diversão na nossa viagem, cantando e ouvindo música, tirarando fotografias e a conversar. O Grupo do Laranjeiro foi muito animado tinham violas, pandeiretas e letras de música e foram grande parte da viagem a tocar e a cantar música portuguesa. Como previsto a viagem teve outra paragem desta vez em Antuã, última bomba de serviço antes do Porto para esticar as pernas e descontrair, ficamos parados cerca de 20 minutos e de seguida continuámos a nossa viagem. Eu, também falei ao micro dizendo os locais onde estávamos, e alertando para lugares e paisagens engraçadas que via, sempre com alguma ajuda da D. Sofia Costa, mulher do Sr. Presidente, e do Sr. António Mira, e da D. Luísa. Paisagens muito bonitas típicas do Norte do nosso país, com as vinhas carregadas e uvas quase prontas para as vindimas que se aproximam em Setembro, e muito milho, árvores, eucaliptos e pinheiros. A nossa chegada ao Porto foi muito bem recebida, fomos escoltados pela policia ate á Ribeira de Matosinhos, devido ao autocarro ser de grandes dimensões. Passámos pela ponte de São Luís, marginal do Rio Douro, onde avistamos os Barcos Rebelos. Chovia um pouco mas não havia muito trânsito. Em Matosinhos continuamos pela Marginal, passámos pela estátua Dom João VI e por uma Rede Gigante representativa à zona pescatória, parámos para almoçar em Matosinhos e comemos muito bem. O almoço foi muito agradável e as pessoas foram bastante atenciosas. Ficamos 2 horas e 30 minutos para almoçar e encontrámo-nos no lugar combinado com o Francisco (motorista). Com tudo em ordem para continuar a viagem lá fomos nós para Guimarães, "cidade onde nasceu Portugal", e fomos até ao Castelo de Guimarães... cortámos caminho pelo meio da cidade e passámos por ruas e monumentos muito bonitos... as casas muito bem restauradas e tudo muito limpo. Não chegámos a ir á nossa Senhora da Penha, ficou combinado ir na próxima viagem.
Depois de tudo recolhido seguimos para o Sameiro e Bom Jesus. Como era dia de semana notava-se na Senhora do Sameiro que o comércio estava muito reduzido e muito pouca gente, o que por um lado facilitou a nossa curiosidade. Quando descemos para o bom Jesus deparámo-nos com uma estrada muito apertada que nos impediu de a atravessar optando por ver a vista cá de cima e visitar uma casa turismo muito linda com um jardim espectacular e um lago que parecia uma gruta com vista sobre Braga que aliciava qualquer um. Descansámos no Bom Jesus cerca de meia hora, tirámos fotografias, conversámos e depois lá seguimos viagem para Braga em direcção à residencial Satélite que nos recebeu muito bem, arranjando logo de imediato os quartos para os clientes pernoitarem e também o nosso jantar.
O jantar foi animado... houve cantoria até ás duas da manhã! Quem não se juntou ao grupo dos cantores foi descansar. O cansaço da longa viagem já se sentia e o descanso era necessário.
A alvorada foi por volta das 7h da manhã, o pequeno almoço ás 7h30m e a saída ás 8h. O nosso pequeno almoço foi espectacular, com muita variedade de comida, self-service e tudo à discrição. Seguimos a viagem para Ponte de Lima, todos um bocado ensonados mas com muito boa disposição, satisfação e alegria. Ponte de Lima é uma cidade muito bonita e vistosa assim como tranquila, saboreamos o que esta cidade teve para oferecer e como turistas que estávamos a ser, cumprimos a obrigação de tirar fotos e observar, pois assim como a Ponte do Lima haviam jardins muito bem arranjadinhos que dava gosto ver. Só lá ficamos 3 quartos de hora com muita pena de alguns pois a vontade era ficar lá toda a amanhã. E então seguimos para Valência do Minho, eu pessoalmente adorei, pois tudo o que é cercado de muralhas me fascina. Uma povoação muito pequenina cheia de comercio e restaurantes perdida quase ao pé de Vigo. Os turistas espanhóis lá estavam para comprar, como é tradição de sempre, as nossas toalhas e colchas. Ficamos por lá cerca de uma hora, seguindo depois viagem para Viana do Castelo. Chegada a Viana do Castelo fomos logo almoçar, o que por um lado foi bom, mas por outro foi massacrante, pois estivemos muito tempo à espera que nos servissem o que nos pôs impacientes e já com alguma fome. Depois do almoço fomos visitar a cidade que tem também muito comércio, muita gente e é muito agradável de se ver. Não ficámos muito mais tempo em Viana pois já estávamos a ficar apertados no tempo para seguir viagem porque ainda tínhamos que visitar Santa Luzia. Santa Luzia via-se de uma das avenidas de Viana olhando para cima e avistava-se a Igreja. Subimos até lá e como era de esperar a vista foi soberba... mesmo muito bela!... e pronto, estava na hora de seguir viagem para Miratejo. A viagem de regresso também correu muito bem. À chegada ao Porto e a Lisboa havia mais trânsito mas o restante caminho correu tranquilamente. Fizemos paragem na Mealhada, para petiscar à hora de jantar como previsto. As pessoas estavam já um pouco cansadas, mas não deixaram de cantarolar, conversar e sorrir de regresso a Lisboa, cidade que nos acolheu por volta das 10h30 minutos e Miratejo ás 11h. Muito obrigada a todos pela companhia, convívio e pela amizade.
Brevemente continuaremos a viajar pelo nosso Portugal, conhecendo novas terras e novos povos.
Muito obrigada a AURPIM e ao Sr. Presidente Manuel Cocheno, bem hajam.

Textos: Isabel Amaral

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Homenagens à Terceira Idade